Informativo semanal de noticias

sexta-feira, 31 de março de 2017

CPRH vistoria aterro em Igarassu

Central de Tratamento de Resíduos em Igarassu
Central de Tratamento de Resíduos em IgarassuFoto: Ed Machado
Após a reportagem publicada na Folha de Pernambuco, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) promoveu uma vistoria na Central de Tratamento de Resíduos (CTR-PE), em Igarassu, na Região Metropolitana, onde a população denuncia um vazamento de chorume e resíduos, incluindo lixo hospitalar. A equipe responsável pela análise, no entanto, ainda não divulgou o resultado da inspeção, mas deve torná-lo público nos próximos dias. 

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio do Centro de Apoio Operacional (Caop) à Promotoria do Meio Ambiente, também tomou conhecimento da denúncia feita pelos moradores do Assentamento Engenho Ubu, que fica às margens da BR-101. O órgão se comprometeu em se inteirar dos fatos, mas não se pronunciou a respeito da abertura de inquérito.
A inspeção realizada pela CPRH é a primeira repercussão da reportagem trazida com exclusividade pela Folha. De acordo com alguns moradores do assentamento, que abriga mais de 400 famílias, a CTR-PE tem agido de forma negligente no descarte do chorume gerado pelo aterro, que recebe até mil toneladas de lixo por dia. Esses detritos, segundo os denunciantes, têm sido lançados no rio Jardim, um manancial da adutora Arataca, que é parte do Sistema Botafogo e abastece municípios como Igarassu, Abreu e Lima, Paulista, Olinda e parte da Zona Norte do Recife.
 Fonte: Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário