Informativo semanal de noticias

sábado, 5 de novembro de 2016

IGARASSU: Aeródromo Coroa do Avião atrai novos negócios



Aeródromo é muito usado por empresários que vêm para reuniões em Pernambuco
Aeródromo é muito usado por empresários que vêm para reuniões em PernambucoFoto: Divulgação





















Inaugurado há três anos em Igarassu, o Aeródromo Coroa do Avião vem dando fôlego à aviação executiva no Nordeste. O empreendimento já recebe 120 pousos por mês, sobretudo de empresários que vêm para reuniões em Pernambuco. E será sede de mais dois negócios que prometem facilitar o tráfego aéreo na região: um posto fixo de combustíveis e o primeiro centro especializado em manutenção eletrônica de aeronaves do Norte/Nordeste.

O primeiro empreendimento foi inaugurado no início do mês pela revendedora autorizada da Petrobras Jet Service. O posto conta com querosene e avgás (gasolina de avião) para abastecer jatos executivos e helicópteros de forma permanente e ainda oferece preços mais baratos que os do Recife. “O aeroporto tem limitações de espaço para aeronaves executivas por conta do foco internacional. Já o aeródromo é uma alternativa para este segmento, que apresenta boa demanda. Então é um local estratégico de crescimento”, explica o diretor comercial da Jet Service, Marconi Martins de Souza.

Já o centro de manutenção eletrônica de aeronaves pertence à empresa paulista Martes Updates e está em fase de instalação, com previsão de inauguração para os próximos três meses. E a expectativa é de que o negócio renda um faturamento mensal de R$ 100 mil para a Martes Updates. “Nossos clientes do Norte /Nordeste têm problemas com logística e prazo, porque hoje têm que enviar os equipamentos para conserto no Sudeste ou no Centro-Oeste. Isso deixa as aeronaves paradas por pelo menos 15 dias, inviabilizando uma boa operação. Po­rém, conosco no aeródromo, esse serviço será muito mais rápido, otimizando o tempo e os custos dos proprietários das pequenas aeronaves”, explicou o CEO da Martes Updates, Gustavo Manrique, dizendo que a expectativa ainda se justifica pela boa demanda do aeródromo Coroa do Avião.

O empreendimento já recebe o dobro do fluxo registrado na sua inauguração. E a expectativa é de que este volume cresça ainda mais nos próximos meses, tanto por conta da chegada dos negócios que vão facilitar o tráfego das aeronaves quanto por conta das expectativas de melhora da economia. Afinal, o aeródromo ocupa um local estratégico para o parque industrial pernambucano e para os negócios nordestinos.

“Ocupamos um terreno de 93 hectares em uma área privilegiada de Igarassu, próxima ao Pólo Industrial Norte, ou seja, de fábricas como a da Jeep e a da Ambev. Também estamos a 25 quilômetros do Recife e a 80 km de João Pessoas e temos capacidade para receber qualquer aeronave executiva. Então, temos potencial para mais negócios”, afirma o gestor do empreendimento pernambucano, Antonio Oswaldo Fernandes, lembrando que o aeródromo também possui uma oficina de aeromecânica para a manutenção dos aviões.
Fonte: Folha de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário